Os controversos resultados da estratégia econômica de Milei

Governo festeja "resultados excelentes e extraordinários" de sua terapia de choque para a economia argentina, mas análise dos indicadores mostra que recuperação ainda é muito débil.

os controversos resultados da estratégia econômica de milei

Política de

"O pior passou e já estamos em franca recuperação. Sua velocidade depende dois fatores: da aprovação da 'Lei Bases' e de que possamos convencer a gente: 'A recuperação depende muito mais de vocês do que vocês creem'", afirmou recentemente o ministro argentino da Economia, Luis Caputo, na abertura de um fórum econômico em Buenos Aires, referindo-se à Lei de Bases e Pontos de Partida para a Liberdade dos Argentinos, aprovada em 12 de junho.

Enquanto a central sindical Confederação Geral do Trabalho (CGT) falou de um "ajuste brutal", o governo do presidente Javier Milei celebrou seus primeiros seis meses afirmando que "os resultados foram excelentes e absolutamente extraordinários".

Contudo, nem todos os indicadores são positivos na Argentina: tanto o emprego quanto a produção industrial e a atividade de construção estão em queda. A euforia oficialista se sustenta, basicamente, com a desaceleração inflacionária e o superávit fiscal obtidos.

Em maio, a inflação estava em 4,2%, após ter alcançado 25,5% em dezembro de 2023. Mas há dúvidas de a tendência de queda seja sólida. "Creio que ainda não se pode dizer que esteja sendo possível controlar a inflação, dado que a redução desses últimos meses é em relação ao forte salto gerado pela desvalorização determinada pelo governo em dezembro passado", ressalta o economista argentino Franco Fugazza, especialista em regulação econômica.

os controversos resultados da estratégia econômica de milei

Presidente argentino, Javier Milei, parece não ter qualquer dúvida sobre o sucesso de suas medidas econômicas

"Há bastante consenso sobre a necessidade e a falta de alternativa a uma desvalorização, mas não há consenso quanto a se a magnitude foi a ideal." Para ele, "é necessário esperar vários meses mais, para alcançar alguma conclusão sobre o êxito no combate à inflação no médio prazo. A taxa de inflação mensal segue muito alta".

Parece inegável que a pressão inflacionária não se desfez. Porém, o economista Sebastián Auguste, diretor do Centro de Pesquisas em Finanças (CIF) da Universidade Torcuato Di Tella (UTDT), de Buenos Aires, tem uma explicação para a tendência atual.

"O principal fator de inflação acaba sempre sendo a emissão monetária. E nisso o governo mostrou uma decisão muito forte de não usar o Banco Central como prestamista, o que começa a se refletir na taxa de inflação."

A "motosserra" e o "liquidificador" de Milei

Outro objetivo declarado do governo Milei era controlar a todo custo o déficit fiscal. Ele conseguiu um superávit no primeiro quadrimestre de 2024, mas há dúvidas quanto à sustentabilidade dessa situação.

"O superávit do setor público nacional, que é o que o governo controla, foi alcançado, em grande medida, via 'liquefação' do poder aquisitivo das aposentadorias, e adiamento dos pagamentos a empresas do setor elétrico", especifica Fugazza. "Essa política não parece ser sustentável nem corrigiu os desequilíbrios fiscais profundos da Argentina."

Na Argentina, o termo "liquefação", também empregado por Auguste, do CIF, alude a um gasto que, embora se mantenha em termos nominais, se reduz devido à inflação. Outro instrumento-chave tem sido a "motosserra", tantas vezes mencionada pelo presidente.

"Na medida em que o governo não dispunha de ferramentas para realizar uma reforma estrutural do Estado, o que fez – e é o que podia fazer – foi reduzir o gasto público onde pôde. Houve forte redução das obras públicas", aponta Auguste.

O professor da UTDT identifica um aspecto problemático: "Claramente é necessário investimento público. Ter parado de investir em estradas, em portos, não é bom, no longo prazo." Por isso ele considera importante que se aprove a Lei Bases para realizar mudanças estruturais e acabar com o déficit fiscal, o que vai "motorizar o investimento". Apenas se a economia voltar a crescer poderá haver um superávit fiscal sustentável, diz. "Por ora, o que se obteve é frágil."

Nas garras da recessão

No curto prazo, porém, o retorno à trilha do crescimento ainda não se delineia. Tanto o Fundo Monetário Internacional (FMI) quanto a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) corrigiram para baixo seus prognósticos para a Argentina. No início de maio, a organização projetou para 2024 uma contração da economia nacional em 3,3%.

"A queda da economia foi muito profunda nesses últimos meses, em parte devido às medidas corretivas do governo, em parte pela situação herdada", observa Fugazza. Contudo ele estima que haverá recuperação da economia se não houver choques externos negativos – "outra seca forte, alta das taxas nos Estados Unidos, outro conflito bélico etc" – e se o governo não cometer erros grosseiros. "O que não está claro é se ela será suficientemente rápida e forte para ser percebida pela população."

Auguste também estima que o país sul-americano precisará de muito tempo para se recuperar totalmente. "Ainda não há uma saída clara da recessão. A Argentina não cresce há 15 anos, e há recessão desde maio do ano passado. Apesar de toda a emissão [monetária] do governo anterior, a economia estava em queda", diz.

Ainda assim, ele percebe alguns raios de esperança. "Está se vendo que a recuperação já começou em alguns pequenos índices de produção e consumo. Ainda são pequenas luzes que estão se acedendo, não é algo generalizado nem forte, que diga que chegamos ao fundo e que uma etapa expansiva começa. Ainda não."

Autor: Emilia Rojas Sasse

OTHER NEWS

20 minutes ago

Real Madrid quer superar PSG e Liverpool em contratação do 'novo Sérgio Ramos'

20 minutes ago

Volta: Rafael Reis vence prólogo e é o primeiro camisola amarela da 85.ª edição

20 minutes ago

Man. United coloca sete jogadores no mercado

20 minutes ago

Santander Brasil quer dobrar negócio de PMEs em poucos anos, diz presidente

20 minutes ago

Sondagem CNN: Harris melhora o desempenho de Biden contra Trump numa primeira análise do novo confronto

20 minutes ago

TCU julga nesta quarta (24) processo envolvendo "orçamento secreto"

20 minutes ago

Concurso docente "não seguiu critérios tradicionais", diz ex-ministro João Costa

20 minutes ago

Combate à fome é escolha política, diz Lula em evento do G20

24 minutes ago

Manchester City, PSG e Milan podem fazer 'carrossel de goleiros'; entenda

24 minutes ago

Mastercard fecha parceria com McLaren e retorna à F1

1 hour ago

Talharim ao molho de limão com bacon: explore novas possibilidades de sabor

1 hour ago

Brasil quer taxar super-ricos para financiar Aliança contra a Fome

1 hour ago

Entenda estudo da Nasa sobre 'Brasil inabitável' em 50 anos

1 hour ago

West Ham toma nova decisão sobre Paquetá e aceita vendê-lo ao Flamengo se uma condição for resolvida

1 hour ago

Lula diz que tirar Brasil do Mapa da Fome é compromisso mais urgente do governo

1 hour ago

Jannik Sinner desiste dos Jogos Olímpicos de Paris

1 hour ago

Anitta critica uniforme do Brasil nos Jogos Olímpicos de Paris: ‘Como o atleta é tratado no país’

1 hour ago

CLT premium: trend mostra os benefícios que conquistam a geração Z

1 hour ago

Hvězda ’16 and Pregnant’ nalezena mrtvá ve věku 27 let

1 hour ago

Albano Jerónimo: “Vivemos em tempos em que as imagens da tragédia são divertimento nas redes sociais. A empatia está cansada”

1 hour ago

O pedido comovente dos adeptos do Benfica a João Neves: 'Por favor…'

1 hour ago

Qual é a capacidade da Casa Branca de influenciar o Federal Reserve?

1 hour ago

Filho de Pedro Chagas Freitas novamente operado: "E vão cinco visitas ao bloco"

1 hour ago

Olimpíadas 2024: Entenda confusão no fim de Argentina x Marrocos com invasão, polêmica e vandalismo

1 hour ago

Especial - Quem quer comprar um Renault a 50 mil euros?

1 hour ago

Confúcio, relator da LDO 2025, espera concluir votação até o final de agosto

1 hour ago

Bolsonaro confirma presença em convenção do MDB para oficializar a chapa Nunes e Mello Araújo

2 hrs ago

Filho de Pedro Chagas Freitas já foi operado: “Mais uma lição, mais uma vitória”

2 hrs ago

Olimpíadas começam com empate heroico da Argentina no futebol e invasão da torcida ao campo

2 hrs ago

Mais 5 saídas: Quinteto fica sem espaço com Carille e deve deixar o Santos; Bruno Marques encabeça a lista

2 hrs ago

Julho teve o dia mais quente já registrado na média global; entenda por quê

2 hrs ago

São Paulo: James Rodríguez 'exige' rescisão imediata para ir jogar na La Liga

2 hrs ago

Sturm Graz-FC Porto, 0-2 (crónica)

2 hrs ago

Video: Christine McGuinness hurmaa seuraajat rohkeilla lomakuvilla

2 hrs ago

Benfica contrata defesa-central ao SC Braga

2 hrs ago

En usædvanlig eksperimentvideo fra en etiopisk vulkan går viralt på sociale medier

2 hrs ago

Renascer: Milionária, Dona Patroa decide realizar o grande sonho de Tião Galinha

2 hrs ago

Rita Pereira posa com o filho ao colo a dormir a afirma: “Missão cumprida com sucesso…”

2 hrs ago

Aston Martin usa fábrica na Inglaterra como trunfo e faz proposta milionária a Newey

2 hrs ago

IR 2024: 6 milhões de contribuintes são contemplados no 3º lote de restituição; saiba como consultar

ALONGWALKER VIETNAM: Kênh khám phá trải nghiệm của giới trẻ, thế giới du lịch ALONGWALKER INDONESIA: Saluran untuk mengeksplorasi pengalaman para pemuda global