Manifestantes vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio

Manifestantes realizaram atos nesta quinta-feira (13) em diversas cidades do país, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, contra o projeto de lei que equipara o aborto a homicídio. 

manifestantes vão às ruas contra pl que equipara aborto a homicídio
manifestantes vão às ruas contra pl que equipara aborto a homicídio

O Projeto de Lei 1904/24, que tramita na Câmara dos Deputados, prevê que o aborto realizado acima de 22 semanas de gestação, em qualquer situação, passará a ser considerado homicídio, inclusive no caso de gravidez resultante de estupro. A pena será de seis a 20 anos para mulher que fizer o procedimento.

Atualmente, a legislação permite o aborto ou a interrupção de gravidez em casos em que a gestação decorre de estupro, de risco de vida para a mãe e de bebês anencefálicos. Não está previsto um tempo máximo da gestação para que seja realizado. Na legislação atual, o aborto é punido com penas que variam de um a três anos de prisão, quando provocado pela gestante; de um a quatro anos, quando médico ou outra pessoa provoque um aborto com o consentimento da gestante; e de três a dez anos, para quem provocar o aborto sem o aval da mulher.

Na noite de ontem (12), a Câmara dos Deputados aprovou urgência para a votação do projeto de lei, ou seja, o texto pode ser votado diretamente no plenário sem passar por discussão nas comissões.

São Paulo

Em São Paulo, o protesto foi realizado na Avenida Paulista, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), sob gritos de "Criança não é mãe", "Respeitem as mulheres" e "Fora Lira" [Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados].

Para as manifestantes, a aprovação da proposta vai afetar principalmente as crianças, que representam maioria das vítimas de estupros no país e cujos casos de abuso e gestações demoram a ser identificados, resultando em busca tardia aos serviços de aborto legal. De acordo com dados do Fórum de Segurança Pública, 74.930 pessoas foram estupradas no Brasil em 2022. Desse total, 61,4% eram crianças com até 13 anos de idade.

“Esse projeto de lei é totalmente inconstitucional, uma vez que ele coloca em risco milhões de meninas que serão obrigadas a serem mães dos filhos de seus estupradores e mulheres que serão obrigadas a levar uma gestação sendo vítima de violência sexual”, disse Rebeca Mendes, advogada e diretora-executiva do Projeto Vivas - entidade que atua junto a mulheres que necessitam de acesso ao aborto legal, em entrevista à Agência Brasil.

Outra crítica é que se o projeto de lei for aprovado, a pena para as mulheres vítimas de estupro será maior do que a dos estupradores, já que a punição para o crime de estupro é de 10 anos de prisão, e as mulheres que abortarem, conforme o projeto, podem ser condenadas a até 20 anos de prisão. “Esse PL protege o estuprador, não a vítima. E isso diz muito sobre a nossa sociedade”, acrescentou.

Quem também participou do ato na Avenida Paulista foi Jennyffer Tupinambá, uma mulher indígena do povo Tupinambá de Olivença e que sofreu violência sexual quando criança. “”Estou aqui na Paulista muito emocionada. Fui vítima de violência sexual na primeira infância, entre os 3 e 11 anos, e poderia ter engravidado. Olho isso hoje sabendo que nossos representantes iriam me forçar a ter um filho de um estuprador. Esse é um trauma que até hoje, aos 40 anos, tento superar. E não há superação. Como é que uma vítima, que está totalmente abalada e traumatizada, poderia ser mãe?”, questionou ela. “É inadmissível que hoje o Brasil esteja aceitando isso e que deputados estejam direcionando o que o nosso povo deve fazer”, ressaltou.

No ato, houve críticas ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), por ter colocado o projeto de lei em votação. “Hoje estamos aqui contra o absurdo que foi feito pelo presidente [da Câmara dos Deputados] Arthur Lira, onde ele, em 23 segundos, conseguiu colocar em risco milhões de meninas e mulheres que são vítimas de violência sexual. Nossos direitos foram barganhados em 23 segundos ontem no Congresso Nacional”, disse Rebeca Mendes.

Na Câmara, Lira afirmou que o projeto foi colocado em votação para ser apreciado em regime de urgência após acordo entre os líderes partidários.

Em maio deste ano, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que proibia a utilização da chamada assistolia fetal para interrupção de gravidez. O procedimento é usado pela medicina nos casos de abortos previstos em lei, como o caso de estupro.

*Matéria em atualização

Radioagência 13/06/2024 22:57

Safra 2023/2024 é estimada em 297,5 milhões de toneladas de grãos

Rádios 14/06/2024 00:00

Pedro Miranda comemora 25 anos de carreira com novo álbum

TV Brasil 13/06/2024 22:15

Jornalista da EBC defenderá o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Paris

OTHER NEWS

2 hrs ago

Super Bock Super Rock sofre um cancelamento de última hora

2 hrs ago

3 aplicativos para ouvir música de graça e sem internet

2 hrs ago

‘Compensou’: árbitro expulsa Henrique Almeida para compensar pênalti não dado

2 hrs ago

Quem é Charles e como novo reforço do Corinthians pode ser usado por Ramón Díaz?

2 hrs ago

Microsoft demite área de diversidade: ‘Não é mais crítica para os negócios’

2 hrs ago

«Mourinho merecia uma despedida totalmente diferente da Roma»

2 hrs ago

Apagão cibernético mundial afeta hospitais de São Paulo

2 hrs ago

Desenvolvedor original de Counter-Strike revela seu único arrependimento com o jogo

2 hrs ago

Mortal Kombat 1 receberá personagem aguardado em breve! Veja gameplay de Takeda

2 hrs ago

Corinthians tenta 'roubar' titular de Carille no Santos e ouve resposta na hora

2 hrs ago

Flamengo tem dois trunfos para eliminar o Palmeiras na Copa do Brasil

2 hrs ago

Cessar-fogo entre Israel e Hamas está próximo do objetivo, diz Blinken

2 hrs ago

Fortaleza x Atlético-GO: onde assistir, escalações e palpite

2 hrs ago

SBT volta atrás e confirma internação de Silvio Santos

2 hrs ago

90 dias fora de casa: Arena do Grêmio segue sem prazo para retorno

2 hrs ago

A brazil hadsereg 420 Iveco Guaicurus páncélozott járművet vásárol 1,4 milliárd brazil realért (kb. 252 millió amerikai dollár).

2 hrs ago

Campos do Jordão registra uma das temperaturas mais baixas do País e região tem alerta de geada

2 hrs ago

Otamendi titular na derrota da Argentina na preparação para os Jogos Olímpicos

2 hrs ago

Conheça o volante Bernal, alvo do Fluminense

2 hrs ago

Elite do Supercross nacional ruma a Lustosa para noite emocionante

2 hrs ago

Oficial: Cristián Borja é jogador do Club América

2 hrs ago

Com Raniele suspenso, veja alternativas do Corinthians para jogo contra o Bahia

2 hrs ago

Indireta para Braz? Candidato à presidência do Flamengo, Bap nega SAF e compara processos da diretoria ao futebol europeu

2 hrs ago

«João Félix tem de fazer algo mais para jogar no Barcelona»

2 hrs ago

O novo plantel do Benfica: faltam os 'acabamentos'

2 hrs ago

Amazon tem uma ‘mina de ouro’ de US$ 46 bilhões focada na geração Z; conheça

2 hrs ago

Com lesão de Estêvão, Felipe Anderson pode estrear como titular no Palmeiras

2 hrs ago

Seleção de vôlei e delegação brasileira de judô desembarcam em Paris

3 hrs ago

Estudo revela por que café ajuda no controle do diabetes

3 hrs ago

Crowdstrike diz estar trabalhando ativamente com clientes afetados por falha cibernética

3 hrs ago

Casamentos SAD - clube, roturas e o quase VIT SAD: «Empobrece o futebol»

3 hrs ago

Esta cidade europeia vai recompensar os turistas com comida e excursões à borla. Para isso só tem de ser amigo do ambiente

3 hrs ago

Palmeiras reencontra pela primeira vez o maior desperdício de talento da era Abel

3 hrs ago

Tremores após terremoto no Chile foram relatados em menos em 14 cidades de SP

3 hrs ago

Reforma tributária: isenção para cesta básica não significará preços menores, dizem especialistas

3 hrs ago

Alex Santana recebe camisa das mãos do pai e chora ao ser apresentado no Corinthians: “Um sonho”

3 hrs ago

Embraer (EMBR3): Após divulgação das entregas, o que esperar para as ações?

3 hrs ago

iPhone 16: cases revelam formato das câmeras e botões de ação tipo Sony

3 hrs ago

Mix Fold 4 e Mix Flip: Xiaomi anuncia novos celulares dobráveis na China

3 hrs ago

Olheiro Lance!: veja os medalhões sem contrato na Europa que podem ser titulares do seu time

ALONGWALKER VIETNAM: Kênh khám phá trải nghiệm của giới trẻ, thế giới du lịch ALONGWALKER INDONESIA: Saluran untuk mengeksplorasi pengalaman para pemuda global