A final da Taça de Portugal e o refilar sobre lances, apontar de dedo ao árbitro, as malandrices e as perseguições

O antigo árbitro internacional Duarte Gomes fala de um jogo entre FC Porto e Sporting que teve “emoção e intensidade”, mas também muita cegueira de quem só se permite ver aquilo que o coração precisa saciar

a final da taça de portugal e o refilar sobre lances, apontar de dedo ao árbitro, as malandrices e as perseguições

A final da Taça de Portugal e o refilar sobre lances, apontar de dedo ao árbitro, as malandrices e as perseguições

Tal como se previa, a final da Taça teve emoção e intensidade. A valia técnica das equipas, a importância do que estava em disputa e o histórico de rivalidade entre adeptos fazia adivinhar um jogo quentinho. E foi.

Naqueles 90 (+30) minutos houve um pouco de tudo: cartões amarelos e vermelhos, lances discutíveis, decisões difíceis, expulsões nos bancos e até instruções técnicas dadas a partir da escadaria do estádio. Se é para ser memorável, que seja em grande.

A entrega de uns e outros foi insuperável e esse é um elogio que ninguém poderá negar.

Quem também tentou honrar a presença no Jamor foi a equipa de arbitragem. O seu trabalho não foi perfeito, tal como não foi o dos jogadores e treinadores, mas isso é o normal numa função com dose elevada de dificuldade e subjetividade.

Mas não é sobre penáltis ou expulsões que quero escrever hoje.

Prefiro falar de perceção, para recuperar a interrogação do costume: como é que é possível que o futebol continue a afetar tanto o estado de espírito das pessoas? Que força avassaladora é essa, que arrasta para o desequilíbrio tanta gente decente?

Desta vez a estupefação vem a propósito das dezenas de mensagens que fui recebendo durante o jogo e após o apito final. Amigos de uma vida de um lado, colegas de outro, gente que conheço mais ou menos, outras que nem por isso... todas com o mesmo padrão:

- Refilar sobre lances, apontar o dedo ao homem do meio, destratar, sugerir malandrice, queixar-se de perseguição. Desses nenhum falou sobre a qualidade do jogo, a justiça do resultado ou a dificuldade que é estar em palcos exigentes e mediáticos.

Todos centraram a revolta nas suas dores, nas suas angústias, nas suas frustrações.

Ninguém conseguiu ter a lucidez de dizer que foi beneficiado numa ou noutra análise. A cegueira foi tal que só permitiu ver aquilo que o coração precisava saciar.

Não é novidade, convenhamos. É até normal.

Há momentos em que as pessoas, mesmo as que habitualmente têm personalidade mais tranquila, só conseguem enxergar aquilo que a vontade permite. E é a partir daí que formam juízos de valor e opiniões.

Nesses momentos, não vale a pena contrariá-las. É inócuo.

Elas não percebem, não aceitam nem conseguem ouvir. E mesmo as que dizem "sim, sim", estão apenas a dar de barato qualquer coisinha, que nunca as demove da sua convicção.

Como dizia alguém, são muitos anos disto.

Depois de cada jogo impactante, o cenário repete-se, jornada após jornada, época após época. Nunca há benefício, há sempre prejuízo. E se a justificação técnica dada for à prova de bala, então é a lei que está mal, são as regras que têm que mudar.

E está tudo bem. Está mesmo tudo bem.

O futebol é, de longe, o fenómeno ideal para estudar comportamentos. Não pode haver nada assim, tão demolidor.

A parte boa é que agora só em agosto. Até lá, todos torcerão pelo mesmo (eu também).

Haverá choradinho, garantias de perseguição e muita "roubalheira" porque "somos um país muito pequenino", mas se é isso que faz o povo feliz...

Como não amar?

OTHER NEWS

3 hrs ago

Pulling vence de ponta a ponta corrida 1 da F1 Academy na Espanha. Nobels é 13º

3 hrs ago

Pérez cita classificação “complicada” na Espanha e diz: “Não tive ritmo suficiente”

3 hrs ago

Eurocopa 2024: Cristiano Ronaldo quebra recorde, mesmo sem marcar por Portugal

3 hrs ago

Brasileirão: assista aos gols e melhores momentos da 11ª rodada

3 hrs ago

Rodrygo manda a real sobre a 10 da Seleção Brasileira: "a camisa é dele"

3 hrs ago

Bugatti dévoile le Tourbillon : modèle hybride de 1 800 chevaux à 4 millions de dollars

3 hrs ago

Veja o resultado do concurso 2740 da Mega-Sena sorteado neste sábado (22)

3 hrs ago

Torcedores do Fluminense cobram John Kennedy durante protesto: “Se pegarmos na rua bebendo, vai levar”

4 hrs ago

Ocon admite surpresa com ritmo da Alpine na Espanha: “Não trouxemos atualizações”

4 hrs ago

Bode, sanfona e energia renovável: como é a cidade que sedia o maior parque eólico da América Latina

4 hrs ago

Mob Psycho 100 realmente acabou ou pode ganhar quarta temporada?

4 hrs ago

As melhores universidades do mundo: Quais os países que se classificam como os melhores para 2025

4 hrs ago

"Abel Ferreira destruiu o Benfica com uma equipa com menos qualidade"

4 hrs ago

Esses medicamentos aumentam consideravelmente o risco de demência

4 hrs ago

Kassio se prepara para presidir TSE em 2026 com estilo oposto ao de Moraes

4 hrs ago

Rock in Rio parou para ver Portugal ganhar. Eis as imagens no Parque Tejo

4 hrs ago

Crânio raro de enorme "pássaro trovão" extinto descoberto na Austrália

4 hrs ago

Já não se faz calçado que dure anos? Na Elite, dura décadas

4 hrs ago

Líder de ultradireita britânico diz que Ocidente provocou Guerra da Ucrânia

4 hrs ago

Ataque com drone mata fornecedor de armas ao Hamas no Líbano

4 hrs ago

5 coisas que acontecem no corpo de quem começa a fazer pilates

4 hrs ago

PS insiste com Aguiar-Branco por falta de resposta de Miranda Sarmento

4 hrs ago

Três praias algarvias entre as melhores (e nenhuma é a da Falésia)

4 hrs ago

Alemanha pede à China que pare de fornecer bens que Rússia possa usar na guerra contra Ucrânia

4 hrs ago

Imparável. Cristiano Ronaldo bate mais dois recordes de uma assentada só

4 hrs ago

Ex-Sporting e o gesto de Jorge Jesus após a morte da avó: "Disse-me..."

4 hrs ago

Filha paga viagem com (quase) tudo incluído aos pais... e recebe queixas

4 hrs ago

Neymar faz aparição relâmpago na seleção, mas não fica para ver treino

4 hrs ago

Cartão vermelho? Gonçalo Ramos fica a coxear após ser «atropelado» por segurança

4 hrs ago

Ricardo abandonado por Maria João em “Casados à Primeira Vista”

4 hrs ago

Venda de Estêvão, do Palmeiras, bate recorde histórico e supera a de Endrick

5 hrs ago

Nunes confirma bolsonarista na vice; TRE condena Lula e Boulos por ‘ilícito’

5 hrs ago

Universal revela mais detalhes de seu novo parque em Orlando

5 hrs ago

Lugar sagrado em Minas celebra 250 anos de história, fé e resistência

5 hrs ago

Ferrari aponta erro de Leclerc em Q3 e torce por “pista mais fria” em GP da Espanha

5 hrs ago

Internacional recebe 'exclusiva' da escalação de Renato no Grêmio para o Gre-Nal

5 hrs ago

Maracanã ganha gestor após oscilar por dez anos entre abandono e excesso de jogos

5 hrs ago

Com a venda de Luis Guilherme, Palmeiras garante três novos reforços

5 hrs ago

Rafael Navarro aceita proposta e Palmeiras encaminha venda do atacante

5 hrs ago

Renato Gaúcho discute com repórter após derrota: 'Não vai colocar palavras na minha boca'